Desvendando o maior centro de arte ao ar livre da América Latina: Inhotim

Você sabia que o maior centro de arte ao ar livre da América Latina está localizado em Minas Gerais, mais precisamente em Brumadinho? Se você ainda não conhece este imenso complexo cultural e deseja saber mais sobre os acervos está no lugar certo.

O Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho, a cerca de 60km de Belo Horizonte, abriga 170 obras de arte, além de um exuberante jardim botânico com diversas plantas raras, entre elas a Flor-Cadáver. Há de se ressaltar que o Instituto é o único lugar da América Latina que possui um exemplar desta espécie nativa da Ásia que é considerada a maior flor do mundo.

img_2643
Inhotim

Unindo arte moderna à natureza, o local que recebe turistas de todo o mundo nos encanta a cada visita, visto que algumas exposições são itinerantes. Mas, entre as exposições permanentes, três chamam atenção pelo conceito, interatividade e criatividade.

Uma das atrações é o Som da Terra, à qual se parece com uma cápsula e possui um furo de 200 metros de profundidade no solo. Neste “buraco”, há uma série de microfones que captam o som da Terra. Não é fantástico? Este som ainda é transmitido em tempo real.  Os sons são extremamente relaxantes e os visitantes podem deitar e descansar por alguns minutos.

img_2675
Som da Terra

Outra obra a ser citada é o Troca-Troca que é composta por três fuscas coloridos, com latarias permutadas entre si. Os fuscas coloridos, localizados nos jardins de Inhotim, guardam histórias das viagens do artista Jarbas Lopes e encontram-se parados, mas prontos para se deslocarem para outros lugares do parque. Pode ter certeza que a obra rende belíssimas fotos e vai agradar, principalmente, os amantes dos fuscas e carros antigos.

10384674_782707951801714_6800815106570460717_n
Troca-Troca

A galeria Cosmococa é uma das mais interativas, na minha opinião, e possui esse nome por simular os efeitos da Cocaína em cada sala. Ao todo, existem cinco blocos que permitem o visitante sentir inúmeras emoções ao mesmo tempo, sendo que em um dos compartimentos você pode fazer um pillow fight com as almofadas dispostas no local ou descansar em uma das redes em uma sala escura e congelante. E o mais legal: em uma das salas há uma piscina que os turistas podem utilizar, eles até disponibilizam toalhas. O fato é que a Cosmococa proporciona ao visitante uma excelente experiência de imersão em um mundo desconhecido por muitos.

Em relação ao passeio nas galerias, sempre que visitamos Inhotim, preferimos andar a pé, mas você tem que estar preparado para uma caminhada e tanto. Não confie no “logo ali” do mineiro! Algumas atrações estão bem distantes umas das outras. Sendo assim, se você não está pronto para queimar as calorias, o espaço oferece um transporte que possui rotas pré-determinadas que custa R$25. Os turistas que desejam um carrinho elétrico com motorista à disposição durante a visita devem pagar um valor diferenciado: carrinho para 5 pessoas: R$480 diária / R$160 por hora.

10885446_782701218469054_577763410668615802_n
Passeando pelo jardim de Inhotim

Uma dica importantíssima é reservar no minimo dois dias da sua estadia na cidade para visitar o museu, pode ter certeza que será mais proveitoso do que imagina. O Instituto funciona de terça à domingo, sendo que terça e quinta-feira o ingresso custa R$ 25, às quartas-feiras a entrada é gratuita (exceto feriado) e sexta, sábado, domingo e feriado o valor da entrada é de R$40.



Booking.com

Sobre o autor

Raquel Alice

Publicitária e, atualmente, cursa Especialização em Comunicação Digital e Mídias Sociais. Amante incondicional de viagens e novos destinos.