Como chegar às Prainhas do Pontal do Atalaia


Sabe aquela praia do escadão, que diversas pessoas postam lindas fotos no Instagram? Pois é, estivemos lá e, nesse post, iremos contar para vocês as nossas experiências.

Primeiramente, você deve ter em mente quais são as opções de acesso à essa praia:

1- Barco: dirija-se à Praia dos Anjos e pesquise um passeio de barco que te ofereça bom preço, roteiro planejado e segurança. A maioria deles, possui como parada as Prainhas do Pontal do Atalaia, em média, de uma hora.

Recomendamos o barco Saveiro Don Juan. Fizemos uma matéria sobre o nosso passeio nessa embarcação. Clique aqui e confira!

Passeio com a Saveiro Don Juan

2- Carro: Siga, sempre, em direção ao Pontal do Atalaia. Você chegará à entrada do Parque. Depois, é só subir a estrada apreciando uma vista deslumbrante.

Aspectos que não podemos deixar de abordar:

Cremos que, como a maioria das pessoas, não tínhamos ideia de como chegar às Prainhas do Pontal do Atalaia. E, nesse post, não podemos deixar de fazer os seguintes apontamentos:

1- Na entrada do Parque, é cobrada uma taxa de R$ 20,00 por veículo;

2- A estrada, em sua maior parte é calçada. Há um trecho pequeno que é “de terra” e bem ruim. Lembro que, em algumas partes, o carro cabia por inteiro em buracos. Caso o seu carro for muito baixo, essa não será a melhor opção para se ter acesso às Prainhas do Pontal. Ps.: Há táxis que fazem a rota até a Praia citada anteriormente;

Estrada para chegar nas Prainhas

3- Se você não levar suas próprias cadeiras e guarda-sol, você pagará, em média R$ 50,00 para se assentar com sua família protegida do sol. Esse valor cobre apenas o valor do aluguel e da sombrinha e não é convertido em consumação;

4- Os preços dos alimentos e bebidas são um pouco mais “salgados” que as outras praias da Região dos Lagos, devido ao fato de ser mais isolada e a concorrência menor. Portanto, se possível, leve seu lanche e bebida para não pagar um conta muito alta.

5-  Chegue bem cedo, de preferência, antes das 09 horas, pois o local enche em excesso, tanto de banhistas quanto de embarcações. As melhores fotos são tiradas com um menor fluxo desses.

Analisando-se o custo-benefício, acreditamos que as Prainhas do Pontal do Atalaia não podem ficar de fora do seu roteiro, pois a água é cristalina e, relativamente, calma. Além disso, o fato de se enxergar apenas o mar, as serras e a vegetação dá a sensação de que se está em uma praia longe da civilização. Não deixe de conhecer!

*Quer conhecer um outro paraíso no Rio de Janeiro? Confira o post do site Visite Angra dos Reis sobre a Ilha Grande em Angra dos Reis, com certeza você vai se apaixonar! 



Booking.com

Sobre o autor

Daniel Alves

Funcionário Público do Estado de Minas Gerais, estudante de Direito e amante de Minas Gerais. Ao contrário da maioria das pessoas que encaram as viagens como um simples momento de lazer, para a minha pessoa viajar é um estilo de vida. Nada melhor como uma viagem após a outra para realocar tudo o que se encontra fora de seu devido lugar.