Como organizar minha mala para uma viagem?

Passaporte em mãos, visto aprovado e passagens compradas. Tudo pronto para começarmos a fazer as malas e embarcar em mais uma viagem. Mas, como eu posso organizar os meus itens dentro da mala e não ultrapassar o limite de 23kg que as companhias aéreas permitem e, ainda ,trazer algumas lembrancinhas?

Após as novas regras criadas pelas empresas aéreas, as pessoas se viram obrigadas a diminuir o número de itens que levarão nas malas, uma tarefa bem difícil para quem já estava acostumado a levar 32kg.

Para auxiliar, você, viajante, a passar por esse momento e fazer as malas com tranquilidade, separamos algumas dicas cruciais para a organização da mala, sem deixar nada de importante para trás e não ter que pagar pelo excesso de bagagem. Lembrando que, as dicas também servem para os mochileiros de plantão e os viajantes que amam passear de carro.

Vamos lá!

Dica número 1:  Faça uma lista

Pegue o seu caderninho e anote todos os itens que, para você, são indispensáveis. Não se esqueça de acrescentar a quantidade e quais são as peças irá levar;

Fonte: Freepik

 

Dica número 2: Escolha peças básicas

Já fez o planejamento da viagem? Então, você já sabe quais os lugares irá visitar e qual é o clima do local, não é mesmo? A partir disso, escolha peças básicas e leves que facilitem as combinações. Essa escolha é importante para poupar espaço na mala e, ainda, sobra um pedacinho para as lembrancinhas;

Dica número 3: Abuse dos rolinhos 

Que tal dobrar as suas roupas e depois fazer um rolinho com elas? Essa técnica é de extrema importância para você que deseja ocupar todos os espacinhos da mala, sem deixar nenhum vazio. É claro, as roupas que amassam precisam ir esticadas na mala, no entanto, muitos hotéis disponibilizam para os hóspedes o ferro de passar roupas. Se o seu hotel ou lugar que ficará hospedado oferecer esse item, use a técnica do rolinho em todas as suas peças.

Ah! Coloque na parte de baixo na mala as roupas que podem amassar e, por último, as peças mais delicadas. Para viagens que necessitam de roupas volumosas, como moletons, ternos e sobretudo, compre um saquinho a vácuo, temos certeza que ele será seu melhor amigo durante a montagem da mala. Os saquinhos também podem ser utilizados para colocar os sapatos. Lembrando que, os sapatos, serão aproveitados, também. Você pode usá-los para colocar suas meias e até roupas mais leves, como as malhas, tudo bem enroladinho;

Foto: Pinterest

 

Dica número 4: Utilize um kit de pequenos frascos 

Use pequenos frascos para transportar shampoo, creme, sabonete líquido e creme para as mãos. Com essa dica você vai economizar espaço e não corre o risco de não poder embarcar. Sim, é permitido levar esses itens na bagagem de mão em voos nacionais e internacionais, mas as condições são diferentes. Em voos domésticos, você pode levar os produtos livremente, já a norma internacional exige que esses itens devem estar em frascos de até 100 ml e devidamente guardados em uma embalagem plástica vedada e transparente de até 20cm x 20 cm. Se você puder comprar os produtos de higiene no local visitado é melhor ainda;

Foto: Aliexpress

Dica número 5: Invista na sua mala de mão

Apesar da diminuição do peso das malas despachadas, houve um aumento de 5kg na mala de mão, que, agora, pode pesar até 10kg com as dimensões de 40cm x 55cm. Como você pode levar sua malinha tradicional mais a mala de mão, é interessante colocar itens importantíssimos na sua bagagem de mão. Nós, sempre colocamos alguns remédios, uma blusa, calça ou vestido (em caso de extravio da mala, você tem mais uma opção de roupa), chiclete e biscoitos, vai que o lanche da companhia não é tão bom, não é mesmo? E não se esqueça de colocar TODOS os itens de valor na bagagem de mão.

Ah, se a viagem for curtinha, leve todos os seus itens na mala de mão. Além de não precisar despachar, não precisa pagar taxas que algumas companhias aéreas estão cobrando para a mala de 23kg;

Foto: Freepik

 

Foto: Freepik

 

Dica número 6: Use truques para dobrar as roupas 

A técnica dos rolinhos é de fato muito boa, mas você pode investir em outros modelos para dobrar as peças de roupa. O ideal é sempre dobrar próximo às costuras, evitando que as peças não amassem muito. Outro truque bem bacana é colocar as pernas das calças para fora da mala e, no momento de fecha-lá, você pode colocá-las por cima de tudo. Dessa maneira, sobra mais espaço para as outras roupas e suas calças não chegarão amassadas no seu destino final;

Fonte: Site Revista Superinteressante

Dica número 7: Guarde espaço para as compras!

Pode ser que o objetivo da viagem não seja compras, mas, quase sempre, tem uma coisinha que chama a nossa atenção e está com um precinho bacana. Então, reserve um local na sua mala para esses presentinhos. Se a sua intenção é renovar o guarda roupas, leve no máximo duas trocas  de roupa para não passar aperto;

Dica número 8: Separe os itens 

Se você organizar os itens da frasqueira em pequenos saquinhos ou nécessarie pequena,  você poderá distribuir melhor na sua mala e ganhará espaço, além de ficar organizado e mais fácil de achar. Como por exemplo: um para objetos de higiene, outro para remédios e  um para maquiagem;

Foto: Freepik

 

Dica número 9: Escolha da mala 

Escolha uma mala que atenda suas necessidades. Se você vai ficar mais de uma semana em um lugar, opte por uma mala com rodinhas, para facilitar na hora de carregar, principalmente se você fizer mais de uma escala. Além disso, em alguns países, é comum ver os turistas fazendo compras com as suas próprias malas. Sendo assim, a mala de rodinha pode facilitar seu deslocamento, tem mais espaço para os itens e evita aquela dor na coluna no final do dia. Agora, se você vai fazer um mochilão, não tem muitas alternativas. O nome mesmo diz que o ideal é uma mochila bem grande. O melhor é tentar economizar nas roupas e em alguns itens que podem ser dispensáveis, se necessário;

Foto: Freepik

 

Foto: Freepik

 

Dica número 10: Tenha uma balança 

Viajantes! Se a companhia aérea diz que são 23kg permitidos, não passe desse limite de forma alguma. Antes de ir para o aeroporto, pese a sua mala e certifique-se de que ela está dentro do peso estabelecido. Não existe coisa pior do que chegar no aeroporto e perceber que a sua mala excede o valor permitido e que você terá que desfazer de algo que está dentro dela para embarcar.

Agora, está tudo pronto! Hora de fazer o check-in, despachar a sua mala econômica e curtir a viagem.



Booking.com

Sobre o autor

Raquel Alice

Publicitária e, atualmente, cursa Especialização em Comunicação Digital e Mídias Sociais. Amante incondicional de viagens e novos destinos.